, , , , , , ,

As pessoas sabem quem vocês são através de seus comportamentos

As pessoas sabem quem vocês são através de seus comportamentos.

Em uma Segunda Feira pela manhã em São Paulo;

Um motoboy tentava apressadamente passar entre os carros buzinando freneticamente enquanto alguns dos muitos motoristas observam a cena com o mesmo pensamento dizendo para si mesmos como o rapaz era maluco em pilotar daquela maneira!

No mesmo instante em outro ponto da cidade um rapaz tentava entrar em uma agência bancária e travava na porta giratória de segurança tendo de deixar seus pertences no guarda volumes antes de entrar na agência.

Até aí algo absolutamente normal, até que os objetos se esgotam e nada mais restava ao rapaz além de seu dinheiro, o boleto nas mãos, uma fila que não parava de aumentar compostas de pessoas querendo entrar no banco se entreolhando e em um ato de fúria, o mesmo tirou camisa, calça e sapatos, ficando de cueca  proferiu ao segurança:

-E agora? O que falta? Posso entrar?

O segurança e todas as pessoas mediante aquela situação constrangedora pensando que o rapaz era um desequilibrado ou um louco inconsequente chamou imediatamente  a polícia!

No final da manhã, em sua primeira reunião como analista pleno, o Jovem Kevin apresentou erroneamente alguns dados invertendo faturamento e fechamento causando uma reação explosiva em seu chefe:

– Kevin! Você tá testando nossa inteligência?  Isso é despreparo? Ou é burrice mesmo?

Observem que nos três casos existe a presença forte de algo que as pessoas abominam passar por elas mesmas, mas adora fazer outros passarem através de seus olhos, O JULGAMENTO!

JULGAMENTO: Vem do Latim Judicare ( Julgar ) formado por JUS ( Lei,Direito ) + DICERE ( Dizer, Falar ).

Eu fui criado baseado nos valores de que atire a primeira pedra quem não tenha seus pecados ( erros ), então, não julgues para não seres julgados!

Só que o interessante nisso tudo é que no processo para julgar o que as pessoas são, existe uma enorme diferença no que de fato é observado do que realmente é!   A personalidade não é o fator que nos condena e sim osCOMPORTAMENTOS.

Pense bem, se olhar agora para as situações de feedbacks dentro das empresas, o que muitas vezes é pontuado são as situações onde você foi grosso, evasivo, prolixo, mentiroso, incompetente, bom gerente, fora da curva, ou outros adjetivos tanto positivos quanto negativos etc.

Raramente é pontuado os COMPORTAMENTOS que realmente levaram as pessoas a pensarem tudo isso relatado acima e por isso muitas pessoas nem sabem por onde começarem um processo de mudança ou nem desejam mudar pois sentem-se julgadas.

Você gosta de sentir-se julgado?

Será que o motoqueiro era louco mesmo ou estava se comportando naquele momento  como um louco?

Será que o rapaz era um maníaco perigoso e iria roubar e explodir o banco ou teve seu momento de fúria através de alguns comportamentos nada convencionais?

Kevin possuía talento, jovem promissor, estudioso que na véspera teve a notícia do câncer de sua mãe e entrou totalmente nervoso na reunião, temendo falar que não daria conta para seu chefe optando erroneamente conduzir assim mesmo invertendo dados e cometendo erros que geralmente não cometeria em situações normais?

Pense que em todos os lugares existem câmeras tipo e que elas jamais irão filmar sua personalidade e interpretar o quanto sua essência é boa, o que será realmente gravado assim como em uma novela ou filme, é sua ação ou falta de ação pois o fato de não agir muitas vezes é a melhor ação.

Pense nisso!

As pessoas sabem quem vocês são através de seus comportamentos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *