, , , , , ,

O que Você Realiza vai Muito Além do que Você Executa

Dois executivos estavam retornando de uma reunião onde o cenário apresentado não era nada bom. Eles haviam recebido o ultimato de que se não melhorassem a qualidade das peças que abasteciam uma grande montadora de carros, teriam o contrato cancelado. Isso poderia significar o fim da empresa, uma vez que aquele contrato representava 80% do seu faturamento.

Eles entraram no avião de volta para São Paulo, mega chateados e nervosos com a situação e, para piorar, entre os seus assentos sentou-se um desconhecido. Eles estavam tão concentrados na situação e na discussão, que nem se lembraram de pedir ao desconhecido para trocar de assento com um deles. Enfim, a discussão prosseguia sobre o que fariam para solucionar o problema das peças com avarias, má qualidade e inconformidades.

Esse “desconhecido” sentado no meio dos executivos, era um amigo de um amigo m”EU”, que após ouvir por 5 minutos daquela discussão, entendeu tudo e ainda os interrompeu apresentando-se como consultor de empresas e que tinha vasta experiência em treinamentos comportamentais, desenvolvimento de pessoas, e que gostaria de ouvi-los um pouco mais para tentar entender e até ajudá-los.

Eles explicaram que estavam ali por estar no terceiro mês consecutivo no hall de fornecedores com má qualidade, e que não entendiam como a qualidade daquelas peças estava tão baixa.

Explicaram ainda que tentaram varias ações onde, uma delas era que o modelo de remuneração seria baseado nas metas da equipe, para que todos colaborassem para o mesmo objetivo, mas não funcionou.

Em outra tentativa, optaram por remuneração individual onde cada um era responsável por seu resultado, mas houve um grande processo de sabotagem de uns para com as peças dos outros.

Após contarem isso, o amigo de um amigo m “EU”, fez apenas uma pergunta:

Esses colaboradores sabem que as peças que eles estão entregando  com má ou nenhuma qualidade podem estar em um carro de aproximadamente R$ 120.000,00, e que com o defeito em uma dessas peças pode causar um acidente fatal para uma família  em  uma viagem de férias ou para uma mãe ao levar seus filhos para escola?

E se fosse à família deles, eles gostariam de colocá-las nesse perigo?

O episódio acima mostra claramente a importância das pessoas entenderem o propósito daquilo que fazem. É extremamente importante que as pessoas tenham consciência sobre o impacto daquilo que fazem e, principalmente. De acordo com Roberto Cialdini em seu livro “O Poder da Persuasão “, quando as pessoas sabem o motivo do que realmente fazem, elas se comprometem, se responsabilizam pelo resultado e se preocupam com o tipo de produto ou serviço está sendo oferecido, agindo como donos do negócio.

Abaixo, seguem alguns exemplos do que algumas pessoas fazem e o propósito que isso tem para elas. Leia e reflita sobre o propósito do que você faz:

Um Coach em um processo de Coaching:

Ele ajuda pessoas a chegarem a lugares que nunca elas chegariam sozinhas;

Colaboradores de uma empresa de Fast Food Saudável:

Eles reenergizam as pessoas, tendo a velocidade do dia x dia utilizando o melhor da natureza.

Equipe de Obra em uma Construtora:

Eles constroem sonhos;

Uma área comercial de uma multinacional de cosméticos:

Eles vendem beleza, transformam situações e pessoas simples em momentos de magia;

Um lixeiro:

Ele dá todos os dias a melhor energia e comprometimento dele para limpar o pior de nós, o lixo!

Qual o propósito do que você faz?

, , , , , , , , ,

Você se transforma naquilo que cultiva

Você se transforma naquilo que cultiva

Em maio deste ano, uma Coachee me confidenciou que eu, como Coach, acreditava mais em seus talentos e sua capacidade de liderança do que ela mesma. Eu a respondi dizendo que isso era bem curioso e fiz a seguinte pergunta:

“Quer dizer que eu acredito mais em você do que você mesma?”

Ela me respondeu “sim, não é bem isso, mas é isso” e sorriu!

Imediatamente pedi que anotasse uma frase que eu ditaria, e que colocasse em seu espelho. Eu a fiz prometer que leria essa frase pela manhã, todos os dias, pelo menos 5 vezes:

A diferença entre o que podemos fazer e o que somos capazes de fazer poderia resolver a maioria dos problemas do mundo” (Ghandi)

Um dos maiores obstáculos para as pessoas pode estar diretamente relacionado à capacidade de acreditar em si mesmas. Algumas pessoas acreditam fielmente que jamais chegarão a brilhar em qualquer cenário, e que estão fadadas ao anonimato, pois não possuem brilho, potencial ou talento algum.

Não acreditar em si é colocar um teto. É focar no que é, e não no que poderia ser!

De acordo com John Maxwell, nosso potencial é um presente de Deus para nós. Nossa retribuição para Ele é cumprí-lo da melhor forma possível”.

Para ajudar-lhe a refletir em como liberar seu potencial:

Você se transforma naquilo que de mais profundo é cultivado dentro de você!

 Capa de Revista!

Imagine-se na capa de uma revista de grande circulação, mega produzido, no auge de seu potencial.

Como seria essa imagem? O que estaria nela? Quem estaria com você?

Onde você estaria e como você estaria? Quanto essa imagem poderia trazer felicidade para você?

Lembre-se de que, antes dessa imagem tornar-se realidade, há o chamado making off, envolvendo uma grande jornada, aprendizado, evolução e principalmente o seu poder de acreditar que você é capaz de realizar coisas grandiosas.

“Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar em você.” (Cynthia Kersey)

, , , , , , , , ,

Eu me Demito! Preciso de um Líder!

Eu me Demito! Preciso de um Líder!

Alguns liderados merecem ir para o Céu, pois seus líderes apresentam comportamentos nada exemplares, que refletem uma dura realidade em algumas lideranças ainda presentes em nossa realidade.

Se, após ler esse artigo, você como Líder apresentar uma ou mais características que destacarei abaixo, CUIDADO! Você pode estar fazendo da vida de sua equipe um verdadeiro inferno, além de permitir a criação de um cenário ainda pior, em que eles tomarão, em qualquer momento, uma drástica decisão:

Pedir demissão!

Observe alguns erros absurdos que Líderes cometem sem perceberem, e quando o fazem, o estrago é catastrófico e irreversível para sua imagem.

1º Erro: Só dão Feedback negativo e principalmente em público:

Alguns líderes acreditam que não podem amolecer em sua liderança, que não podem passar a mão na cabeça de ninguém. Fazer o certo é o mínimo da obrigação.

Ao dar um feedback em público, principalmente para níveis mais operacionais, deixam bem claro quem manda no pedaço.

2º Erro: “Faça o que digo mas Não faça o que eu Faço”:

Eu sou o chefe e posso, você é o liderado e deve cumprir ordens!

Essa é uma das heranças mais antigas do estilo de liderança autoritarista, em que o líder falava para cada um o que devia ser feito, sem questionamento algum, não se importando com estilo, exemplo, timing, perfis, desenvolvimento e principalmente exemplo.

3º Erro : Desconfiam de seus Liderados, dando à ouvidos  rádio peão:

Acreditam no que os mais chegados falam porque jamais traíram sua confiança. Os novos liderados são apenas novos liderados, tentando conquistar seus espaços.

Amam bajuladores que dizem o que eles querem ouvir, que os valorizam e concordam com suas ideias.

Confiança é um princípio fortíssimo na relação Líder x Liderado, e não existe ter muita ou pouca confiança. Ou se tem confiança, ou não se tem. Quando o liderado percebe que seu líder desconfia de sua conduta, mais ainda se descobre isso por terceiros, o casamento Líder x Liderado acaba, deixando como sequela uma contagem regressiva, com um fim já anunciado!

4º Erro: Conversa sobre carreira sem ações práticas:

A pior conversa sobre carreira é aquela em que, passado o episódio da conversa, nada é feito. Nenhuma ideia se transforma em ação.

O liderado sente-se um completo idiota. Compartilhou seus anseios, sua visão, suas vontades, a troco de quê? Para nada?

5º Erro: Sua meta é o “Eu” Sucesso!

Alguns líderes estão tão preocupados com a busca pela aprovação e sucesso que se tornam paranoicos e, com isso, tornam-se especialistas em derrubar todos os liderados que se destacam em suas equipes.

Procuram bodes expiatórios para seus erros, a fim de terceirizá-los;

Quando algo dá certo em sua equipe, surgem para levar a fama!

São tão focados em como podem crescer e se promover à custa dos outros que não promovem a descoberta de outros talentos, facilitando para que as pessoas partam para jornadas solitárias dentro de suas equipes.

O que faço se apresento algumas dessas características?

O primeiro e um dos mais importantes passos é o reconhecimento.

Faça uma reflexão sobre qual dessas características você possui, e em qual intensidade você apresenta esses comportamentos? O que você aprendeu com esses comportamentos? O que lhe levaria a repeti-los?

De acordo com os erros listados acima, responda às perguntas abaixo:

1º Erro: Como melhorar o seu feedback?

2º Erro: Quais comportamentos você pode dar como exemplo (que não dá hoje)?

3º Erro: Para quem você poderia dar um voto de confiança hoje?

4º Erro: Com qual dos seus liderados você poderia construir um plano de ação com etapas claras e cronograma?

5º Erro: Como melhorar sua colaboração na sua equipe?

Agora, monte seu plano-de-ação. Você é sua liderança!

, , , , , ,

O Jornal da Minha Vida

Estava lendo o jornal de domingo e pensei: Como seria ter um jornal no qual o tema central fosse a minha vida?

Pare por um minuto e pense: quais seriam as notícias e as manchetes que estariam no jornal da sua vida? Coisas boas, ruins, conquistas e, principalmente, quais seriam os seus desafios pessoais e profissionais para atingir um único propósito: o seu crescimento.

Podemos começar dividindo esse jornal em quatro cadernos, como um jornal mesmo. Vamos começar com Comportamento, Esportes & Saúde, Mundo e Carreira. Para escrever cada caderno, dedique um tempo sozinho, anote e reflita sobre cada ponto levantado e aproveite para fazer uma analogia com a sua vida atual.

Comportamento:

Quem não é visto, não é recordado, por isso, já dizia Dalle Carnegie, que o som mais nobre e doce para uma pessoa, é o seu nome! Você já experimentou chamar um garçom pelo nome e observar o seu atendimento? Já parou para pensar que cada vez que você faz uma gentileza a alguém, gera-se uma dívida de gratidão e você poderá contar com essa pessoa depois? Ou ainda, experimente dar 100% de sua atenção por 5 minutos a alguém em uma conversa, sem olhar no celular nenhuma vez. Se você ainda não fez isso, reflita e comece a agir!

“O melhor networking não é ter milhões de pessoas interessantes no celular e sim ter o seu número no telefone de dezenas de pessoas.” Faça a diferença e, principalmente, encante cada pessoa de maneira única com pequenas atitudes criando grandes relações.

Esportes & Saúde:

Hoje em dia, um dos fatores decisivos para fechar a compra de um automóvel é o prazo de garantia. Alguns dão aos seus clientes 5 a 6 anos de garantia, enquanto outros dão 2 ou 3 anos. O fator subliminar aí é que, para manter essa garantia, devemos fazer todas as revisões na quilometragem ou no prazo correto em redes autorizadas. Quando você deixa de fazer uma, perde-se a garantia.

Observando isso, pense sobre o personagem mais importante desse exemplo: “VOCÊ”. Como estão suas  revisões?

Você está indo periodicamente ao médico ou anda postergando, alegando não ter doenças para tal? Como você está cuidando da máquina mais perfeita e complexa do mundo: o seu corpo? Como está a sua alimentação? Tem praticado exercícios? Tem dormido bem? E, a pergunta mais relevante:

Estudos comprovam que executivos que praticam atividade física, que possuem alimentação balanceada e qualidade no sono, aumentam em 70% o seu poder sobre tomada de decisão e 40% em sua produtividade, tendo maior energia e disposição para vida pessoal e profissional. Sabendo disso, o que você está fazendo para manter-se saudável e disposto para viver a sua vida com qualidade?

Mundo:

O mundo de hoje não é o mesmo de ontem e, nem será o mesmo amanhã. Milhões de mudanças ocorrem o tempo todo e, se quisermos acompanhá-las, ficaríamos malucos e  mesmo assim não conseguiríamos.

Pensando nisso, vem uma reflexão sobre: “o que de fato eu quero acompanhar?”,  “Onde está o meu foco?” Algumas pessoas viajam pelo mundo e se esquecem de pensar onde querem chegar. Elas fazem coisas soltas, aliás, muitas coisas, indo de um lado para o outro tentando abraçar o mundo.

Dedique um tempo para refletir sobre uma única coisa: como você quer que esteja a sua vida profissional e pessoal daqui a um ano? Se chegar a uma resposta diferente da sua vida hoje, pense no que você terá que começar a fazer para chegar ao estado desejado.

Carreira:

Você pode ter uma carreira excelente hoje, fruto de escolhas, renúncias e aprendizados do passado, mas isso não garante o sucesso de amanhã.

Algumas pessoas chegam a determinados estágios da carreira, dizem que já fizeram de tudo e não precisam mais provar nada, afinal, time que está ganhando não se mexe, não é verdade? Uma das coisas que pude aprender em minha carreira é que quanto mais você cresce, mais pontos fracos aparecem. Pois é, seus pontos fracos de hoje podem não ser os de amanhã, mas lembre-se de trabalhá-los todos os dias, buscando o crescimento e evolução constante. Além disso, já foi comprovado que fora da zona de conforto as pessoas se desenvolvem mais rápido, procurando novas formas para fazer e aprender coisas e, com isso, aumentam a bagagem de experiência e

Conhecimento:

Então, qual tipo de profissional que você quer ser? O que possui 5 anos de experiência e 1 ano de conteúdo ou o que tem 5 anos de experiência e 5 anos de conteúdo?

Primeira Página:

Essa é a parte mais interessante do “Jornal da Sua Vida”. Após refletir sobre os cadernos anteriores, o que estaria na capa do seu jornal?

Se preferir, escreva a capa com a data de daqui um ano e conte como sua vida pessoal e profissional estará. Lembre-se sempre de que o personagem principal é você! Se não quiser escrever, é sinal de que o seu jornal, suas histórias ou o principal personagem desse jornal não são interessantes para você.

Pense nisso!

, , , , ,

Ao final, somos todos um Número!

Qual é o seu número?

Ok, vou melhorar a pergunta. Será que a empresa para a qual trabalha considera-lhe apenas um número?

Recentemente, em processo de desligamento em uma empresa de alimentos, uma amiga confidenciou-me a dor em deixar a empresa após 10 anos. Ela tomou a decisão de romper aquela aliança, e estava tentada ao novo, com inúmeras possibilidades, e principalmente o reconhecimento financeiro, que era um dos seus principais valores motivacionais naquela fase da vida. Por outro lado, tinha uma história ali, havia passado por muitas mudanças, como a do interior para a cidade grande, casamento, filhos, promoções, premiações e viagens por todo o Brasil. Não era fácil cortar esse laço emocional, o sentimento de gratidão. Partiria para o desconhecido, como uma aventura a desbravar.

Mas, afinal, será que essa breve história é algo incomum? Ou será que é mais comum do que imaginamos?

Todos os dias, milhares de Headhunters espalhados pelo Brasil conectam profissionais a vagas. Com isso, facilitam os processos de tomada de decisão, hora sendo para um salário melhor, uma empresa maior, um cargo maior, uma mudança de estado ou qualquer outra variável que motive o candidato. Isso acontece ao mesmo tempo em que milhões de pessoas desistem de mudar, pelo medo do desconhecido, insegurança, ou de não se sentirem merecedoras, capazes de brilhar. De onde vem isso?

Uma das maiores verdades é que não existe empresa perfeita, e que você deve estar ligado ao que acontece ao mercado. Vivemos na era das conexões, e estar desconectado é estar muitos passos atrás de qualquer outro profissional. Muitas pessoas, em plena zona de conforto, mergulham em suas realidades e se esquecem de que existe vida lá fora. E por estarem mergulhados em suas empresas, passam a ter somente a referência interna de seus líderes, de sua empresa, de seu mercado. Em muitos casos, para piorar a situação, esses líderes não sabem, não estão preparados ou não desejam que o liderado tenha consciência do real valor que tem. Esses líderes sentem-se donos da verdade, são agentes do feedback destrutivo para criar algemas emocionais, a fim de que o liderado pense que é um privilegiado por trabalhar na empresa, e que o mercado jamais o daria a grande e espetacular oportunidade fora dali.

Se você acredita que esteja falando de líderes que você conhece bem, tipo o “Seu”, pare por um segundo e imagine que estou falando de um líder de um outro país, tipo Rússia, caso seu líder pegue você lendo esse artigo.

Isso está muito mais perto do que você imagina e, voltando ao caso de minha amiga, não foi diferente. Certa vez, ela ouviu de um par:

– Não deixe fulana saber o quanto ela vale, pois pode pedir aumento.

E, no momento de pedir demissão, observe a postura do líder:

– Você não vai encontrar outro lugar como aqui, ou algum lugar que lhe entenda e lhe aceite. Fique, será melhor para você.

Quando ela me contou isso, perguntei-me se o líder queria motivá-la, mantê-la na empresa ou dizer simplesmente que aquela empresa era sua única e última opção. Passados dois dias, algo que falo em muitas de minhas palestras aconteceu. A empresa fechou? Faliu? Ficaram desesperados? Pediram pelo amor de Deus para que ela voltasse? Não, a vida simplesmente continuou…

Porque as pessoas sofrem tanto em momentos como esses, sendo que as empresas acabam se reorganizando rapidamente e colocando outro em seu lugar? Será que você é somente um número que, ao dar resultado, cumpre sua obrigação e, ao pisar na bola, se aproxima da rampa de lançamento?

Simples assim? Cuidado!!! A culpa pode ser sua! Você pode estar acomodado e, na sua cabeça, colocando a empresa em 1º lugar, deixando de lado família, amigos, lazer, prazer e principalmente o fator mais importante nessa equação: VOCÊ!

Experimente a postura de se colocar em 1º lugar, aproximar-se das coisas, ações e pessoas que mais lhe motivam e impulsionam. Prepare-se todos os dias para ser melhor hoje do que foi ontem, e muito melhor amanhã do que foi hoje. Colha os resultados de dar o seu melhor todos os dias. Prepare-se hoje para não ter que fazer remendos amanhã.

Uma das coisas que aprendi em minha carreira é que o mercado vê tudo e, se ele vê tudo, permita que ele veja o melhor de você! Mesmo que, para isso, você precise ir para o mercado.

Para a empresa, você pode ser o número 980, mas se você aceitar isso passivamente, terá sempre 979 pessoas a sua frente. Busque seu espaço, mostre-se e veja o quanto é prazeroso ter uma carreira vitoriosa.

E aí? Vai esperar até quando para ser o número 1?

, , , , ,

Seja a Melhor Versão de Você Através do FOCO!

Seja a Melhor Versão de Você Através do FOCO!

Recentemente ouvi em uma palestra que antigamente trabalhávamos para viver e que hoje em dia VIVEMOS para trabalhar.

Trabalhar em que? onde?Para quem? Com qual objetivo?

A minha proposta é para você entrar em contato com a melhor versão de você através do FOCO, Topa o desafio?

Você é daqueles que fica sofrendo por acontecimentos no passado, buscando culpados, lamentando chances e oportunidades perdidas?

Ou parte para uma atitude mais otimista criando em sua mente um futuro com reconhecimento, altos salários, promoções, viagens, amigos e outras dádivas do sucesso?

Observe que não mencionei o presente!

Ele é a única coisa que de fato você tem controle absoluto!!!!!

Não deixe que o dia de ontem roube sua melhor versão para o dia de hoje.

Vamos transformar o que você se tornou hoje para a melhor versão de você amanhã.

Uma grande verdade de que o mundo não é formado pelas respostas e sim atropelado pelas perguntas:

Experimente refletir sobre algumas:

1)   Quanto de sua energia (%) e tempo você foca no

Passado__  Presente___   Futuro___

2)   Porque quando se propõe a fazer um relatório, planilha ou projeto, ao escutar o som do Facebook, vai ler a mensagem e perde pelo menos uns 15 minutos no mínimo alí?

3)   O que te faz adiar para segunda feira, a dieta que lhe trará saúde, motivação, bem estar e autoestima de volta?

4)   Não é mais fácil doar para uma instituição de caridade, o dinheiro usado para o pacote de aulas de inglês pagos por um ano que você acaba não fazendo?

5)   Em que momento o fato de não estar focado te prejudicou em sua carreira? Como? Porque?

6)   Você já adiou consultas médicas por várias vezes a fim de não furar um compromisso profissional?

O vencedor do Nobel, Herbert Simon, disse:

– “A riqueza da informação, cria a pobreza da atenção.”

7)   Pense se temos habilidade e sabedoria para lidarmos com tantas informações ou neste exato momento você já está distraída pensando quem está te chamando ao som do whatsapp?

8)   Antigamente usávamos remédios para curar doenças, e hoje você pode estar usando-as para melhorar o desempenho em seu trabalho?

9)   O que de fato tem valor para você em sua vida pessoal e profissional?

10) Onde e como quer chegar daqui 5 anos por exemplo?

Nunca em toda a história, encontramos tantas pessoas perdidas, confusas se questionando sobre qual é sua verdadeira estrada.

Observe os rápidos relatos abaixo:

Um palestrante, tinha como ritual, ligar músicas clássicas para ter um fundo harmonioso e compor belos artigos, só que ao sentar no seu computador, via através de redes sociais e outras tentações da internet, fazerem de seus artigos além de infinitamente demorados para serem escritos, tornarem-se uma coleção de erros de concordância e erros de português.

Um taxista, nessa era onde temos em nossos multimídias Tvs em nossos carros, perdia sua vez em um movimentado aeroporto, muito dinheiro atrasando corridas para simplesmente assistir um pouco mais do futebol.

Uma dona de casa, ao prestar atenção nos barulhos do apartamento de cima, permitirá que o bolo de aniversário de seu filho queimasse ao forno.

11)Qual o custo de suas distrações hoje deixando de lado o que é para realmente ser feito aqui e agora?

12) Você tem noção do que está fazendo? O propósito do que está fazendo e o que ganhará em sua vida?

Baseado no que leu, quais são seus insights para ser de Fato a melhor versão de você?

Para aqueles que começam focados e perdem essa motivação em um curto espaço da jornada, saibam que q resposta está exatamente nessa frase;

Quer manter seu foco? mantenha sua motivação ou melhor definida como Motivo para Ação sempre conectado com o que é realmente importante e tem valor para você.

Saiba que para isso acontecer, existirá uma curva de crescimento com muitos desafios, além de uma linha de tempo para que tudo isso ocorra.

Quais são seus Motivos?

Quais serão suas ações para viver e concluir esses Motivos?

É importante celebrar cada conquista que seja fruto de um processo Focado.

Nas próximas duas semanas, onde estará seu FOCO?

Lembre-se;

Você não pode confiar em seus olhos quando sua imaginação está fora de foco.” (Mark Twain).

, , , ,

Mulheres que transformam mais!

Mulheres que transformam mais!

Onde estão as mulheres que transformam mais? São celebridades? Pessoas que só possuem histórias de sucesso e glamour? Ou são seres humanos incríveis, que nos inspiram através de suas histórias?      Cuidado! Próximo a você pode existir uma dessas mulheres! Se existe, APROVEITE e aprenda com ela!

 

        Coragem para vencer!

         “Pois a coragem cresce com a ocasião”

                                                                                                                                             William Shakespeare

         Foi doméstica. Frequentava constantemente as rádios, imitando Carmem Miranda em busca de um espaço como cantora. Em 1958, estreou seu programa chamado “O mundo é das mulheres”. Foi a apresentadora que, além de ter passado por todas as emissoras do país, foi também a que mais tempo ficou no ar. Hebe Camargo!

A coragem é uma das primeiras características de pessoas que querem potencializar sua liderança e seus talentos. Elas se arriscam, dão ideias e se mostram. Valem o ditado de “quem é visto, é recordado”. Por isso, muitas vezes não deixam a oportunidade passar, assumem seu papel.

 

        Envergam mas não quebram!

“Resiliência é o poder dos fracos e a fraqueza dos fortes”

Loyhan F Torres

         Fruto de uma gravidez indesejada, apanhava muito de sua avó quando não lia corretamente. Foi estuprada e apanhou frequentemente de seu tio e primos quando tinha apenas 9 anos. Foi indicada ao Oscar e é editora de sua revista. Foi a primeira mulher negra a integrar o clã dos bilionários na Forbes. Seu programa, The Oprah Winfrey Show, permaneceu no ar durante 25 anos. Seu patrimônio é avaliado em 2,8 bilhões de dólares. Oprah Winfrey!

Uma das maiores características de mulheres que transformam mais é a capacidade de superar barreiras e voltar ao que tem de ser feito. Afinal, a mulher possui atualmente tantos papeis em sua vida que não pode se dar ao luxo de perder tempo lamentando-se.

 

        Elas se entregam para viver seus sonhos!

“Sabemos o que somos, mas não sabemos o que poderemos ser”

William Shakespeare

         Quando ainda era jovem, seu pai perdeu o emprego, impactando diretamente nos planos da família. Começou a trabalhar e perseguir seus sonhos aos 16 anos. Financiou sua primeira viagem ao exterior, e isso só foi possível pois sua agente de viagens pagou com seu próprio cartão de crédito (nem cartão ela tinha). Anos depois, foi aprovada no processo seletivo para gerente geral do Unibanco. Após largar uma das maiores empresas do país, trocando o certo pelo duvidoso, tornou-se uma executiva independente na área financeira. Seus maiores tesouros s seu carisma, atitude e relacionamento. Susana Lima (Financial Advisor)!

Não existem limites para quem se entrega aos seus sonhos. O sonho passa a ser o estágio final de uma apaixonante jornada, fazendo tudo valer a pena. Cada etapa é vivida intensamente, com aprendizados e celebração de cada conquista.

       

        Vencem a si mesmas!

“A desobediência é uma virtude necessária à CRIATIVIDADE”

Raul Seixas

         Seu primeiro curso de decoração de bolos foi no Senac. Trabalhou em Miami Beach (Estados Unidos) na área de confeitaria do renomado hotel Fountainebleau. Foi estagiária de Cake Design Patricia Schmidth. Abrindo mão de salário e estabilidade, deu início ao seu negócio do zero. Questionou-se por vários momentos quanto a sua capacidade de empreender e de chegar ao sucesso, pensando muitas vezes em desistir. Teve que vencer e desobedecer a si mesma, como maior entrave no sucesso e crescimento de seus negócios. Hoje, é referência para seus clientes e para o mercado.Bianca Vieira (Cake Design)!

 

         4 mulheres, 4 histórias, 4 corações, 4 lições!

Quanto você de fato acredita em si mesma? Se não acreditar, como poderá pedir para que os outros acreditem em algo que você mesma não faz? Quais são os 3 maiores episódios de superação em sua vida? O que aprendeu com eles como ferramentas para seu futuro? Quais são seus sonhos hoje e quanto eles valem à pena para você? Será que valem à pena mesmo, ou você desistirá facilmente assumindo a posição de sexo frágil?

As únicas coisas que podem lhe parar amanhã são as ações e comportamentos que deixou de mudar no dia de hoje.

Sucesso!

, , , , , , , , ,

Basta uma Palavra

 

Você já parou para pensar sobre o poder de uma palavra? Exatamente neste momento, existem pessoas que estão assim como eu e você neste texto, refletindo sobre suas palavras. Para mim, autor, será que conseguirei agregar valor à sua vida através de minhas palavras? Para você, leitor, o que fará com suas palavras após a leitura? Mas porque palavras?

“As palavras são como moedas: uma pode valer por muitas, e muitas não valer por uma”. (Quevedo)

E quanto valem suas palavras?

Os antigos diziam que uma palavra bastava para selar acordos, contratos e destinos, sem a necessidade de assinaturas ou contratos formais. E hoje, com tantos recursos para garantir o cumprimento de acordos, observamos palavras diferentes de ações. Você deseja ter, de verdade, uma vida em que suas ações digam mais do que suas palavras? Ou prefere que suas palavras expliquem suas ações?

“As palavras verdadeiras não são agradáveis, e as agradáveis não são verdadeiras”. (Lao Tsé)

Em um mundo que cobramos transparência, honestidade e sinceridade através das palavras, existem duas reflexões-chave: você está preparado para ouvir as palavras dos outros com transparência, sinceridade, sem ser reativo? Os outros estão preparados para ouvir suas palavras? Em qual dessas situações você tem controle absoluto? Se você não tem controle sobre os outros, porque então exige que compreendam e pratiquem algo que você mesmo não faz ou está preparado para fazer?

Em minha carreira, certa vez ouvi de um Líder, após alguns feedbacks sinceros, a seguinte frase

– Você quer tapinha nas costas ou quer crescer?

Doeu muito. Esforcei-me para atingir um determinado resultado não conquistado, e foi muito indigesto ouvir aquilo. Internamente, meu sentimento era de revolta. Queria voar no pescoço dele. Refletindo melhor, percebi que, na verdade, estava querendo terceirizar algo que era só meu. Considero aquele dia como um dia igual ao de quando colocamos o fermento na massa de pão. Mesmo com o fermento, é preciso respeitar a ordem dos ingredientes, esticar, amassar a massa e principalmente respeitar o tempo do crescimento.

“Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida”. (Desconhecido)

Muitas vezes, a flecha lançada são nossas conclusões precipitadas, julgamentos parciais, dizendo aos outros o que não gostaríamos que dissessem sobre nós mesmos. Antes do disparo, reflita sobre onde, como e para quem está sendo direcionada essa flechada.

Acredito que um dos maiores desafios do ser humano será sempre o uso das palavras na comunicação. Certamente, já conheceu pessoas que dão a volta ao mundo para chegar a uma conclusão, ou simplesmente não conseguem se fazer entender por não terem as melhores palavras. Isso acontece tanto na vida pessoal quanto na profissional. Existem ainda pessoas que usam aquela frase clássica:

– Eu já te expliquei 10 vezes! Não é possível, quer que eu desenhe?

Um ponto a refletir é que, se você explicou sempre da mesma forma, sem se preocupar em entender sobre a pessoa a sua frente, que ela pode ser diferente de você, não adianta explicar nem 1000 vezes! O resultado sempre será o mesmo.

O uso incorreto, no tempo errado ou com a pessoa errada, gera não só ruídos, mas pode também gerar guerras. Acredite, basta uma palavra para você Motivar, Desmotivar, Aconselhar, Treinar, Desenvolver, Criar, Ajudar, Acelerar, Ensinar, Engajar, Perdoar e principalmente Amar.

E ainda, se após ler esse texto, não tiver clareza do que deve e para quem deve falar, segue uma dica:

“A palavra é prata, o silêncio é ouro.” (Provérbio Chinês)

, , , ,

Você está perdendo o norte da sua CASA?

Você está perdendo o norte da sua CASA?

        Hoje em dia, mais comum do que podemos imaginar, existem Líderes Talentosos perdendo-se ou desviando-se de seus verdadeiros objetivos, de sua visão de futuro. Porém, existem sinais bem visíveis que, se não forem ignorados, poderiam evitar isso!

        – Quando rejeitam as críticas sinceras

Receber uma crítica sincera não significa concordar e baixar a cabeça, mas sim refletir sobre quais comportamentos esse líder teve para ser criticado dessa forma. Quando são criticados, muitas vezes dizem que são críticas isoladas, ou até perseguição de pessoas invejosas, tirando o foco do que realmente interessa.

        Quando cercam-se de defensores que só dizem o que querem ouvir

        Quem os contraria, automaticamente torna-se um alvo em potencial para futuro corte ou para a teoria da conspiração.

        – Quando as pessoas não os confrontam mais

Um dos maiores erros de um líder é subestimar a inteligência de seus liderados e achar que são menos capacitados do que são. As pessoas logo percebem como a banda toca e como o ambiente reage, e adaptam-se a ele. Passam a não confrontar seu líder pois sabem que ele não aceita ideias, muito menos críticas.
Com esse comportamento, não adianta cobrar dessa equipe elementos como comprometimento, engajamento, e assumir uma maior responsabilidade pelos resultados.
Lembre-se: as pessoas se comprometem com o mundo que ajudam a construir e tirar as pessoas desse processo é como colocar um navio sem leme ao mar.

        – Quando concentram-se na gratificação externa, ao invés da satisfação interior

Satisfação interior = Dinheiro no bolso + Status, comparado a outros executivos.
Um sábio em Liderança, Marco Fabossi, diz que “o Líder que não serve, não serve para ser líder”. Portanto, não é errado buscar as gratificações externas! Errado é buscar SÓ as gratificações externas!
Ninguém faz sucesso sozinho!

        – Quando são soberanos do Conhecimento

Perdem contato com a realidade, rejeitando a verdade de que precisam se desenvolver sempre com treinamentos e reciclagens. Assumem a posição de “soberanos do conhecimento”.
Reflita: o mundo muda, o mercado muda, sua empresa muda e, principalmente, você muda!

        – Quando atingem o topo, tornam-se paranoicos, acreditando que alguém sempre está tramando algo para derrubá-los

Eles acreditam que todos os que não concordam com eles, ou que conversam reservadamente pelos corredores, estão tramando algo contra eles. Ao surgir um problema, acabam considerando essas pessoas como bodes expiatórios, e procuram eliminá-las.

        – Por trás da bravura, existe insegurança
Batem na mesa ali, expõem o liderado aqui, na frente de todos, aumentam o tom de voz, dão as chamadas “carteiradas”, mostrando quem de fato manda no pedaço, demarcam o território. Por trás dessa bravura toda, existe a insegurança, ou ainda o medo.
Medo sim! De não terem mais o sucesso que julgam ter por direito, como faraós, ou de serem desmascarados de sua fragilidade como líderes. Já dizia um provérbio chinês: “Se você quer manter limpa a sua cidade, comece varrendo diante de sua casa”.
O “limpar a sua casa” é assumir suas fraquezas como líder, trabalhá-las e superá-las. Muitas vezes, não vai ser um processo fácil e muito menos indolor, muito pelo contrário. O processo de desenvolvimento e crescimento envolve ouvir o que você não quer ouvir para tornar-se quem você sempre soube que poderia ser.
Pode doer na hora, ou até durante algum tempo, mas lembre-se de que quem fala sinceramente com amor, se preocupa com você verdadeiramente, e na contramão disso, quem não fala, com certeza vai deixar você encontrar suas próprias respostas, que inicialmente podem parecer atalhos, mas que no final não levam aos melhores destinos.
Gratificações externas virão como consequência de um trabalho construído, somando a contribuição que você tenha para com a vida das pessoas.
Como Líder, não se esqueça de que você deixa uma marca em cada liderado. Antes de trazer mais pessoas para “dentro de sua casa”, prepare as que já estão lá.
Espero que as pessoas saiam “de sua casa” melhores do que quando entraram.

, , , ,

Seu “Desejo de Ego” é mais forte do que seu “Desejo de Alma”?

Seu “Desejo de Ego” é mais forte do que seu “Desejo de Alma”?

Cleber, teve um sonho que estava chegando ao Céu, e fez uma pergunta a Deus:

         – Deus, quem foi o executivo ou empresário mais bem sucedido e feliz de todos os tempos? Aquele que, sem dúvida nenhuma, teve a felicidade plena?

         – Filho, foi aquele rapaz ali!

         – Mas como, Senhor? – questionou Cleber. – Eu conheço aquele homem e ele não passou de um mentiroso! Falso! Gostava de levar vantagem em tudo! E ainda terminou sua vida morrendo de câncer. Como o Senhor explica isso?

Deus, então, começou sua explicação.

         – Marcos era um executivo da área de marketing, com muito talento. Porém, nunca estava contente com o que tinha. Angustiava-se constantemente e autoflagelava-se pelas conquistas dos colegas executivos, julgando ser mais merecedor do que eles. Percebia que roupas de grife, viagens internacionais, jantares em lugares sofisticados, carros esportivos e status passavam a ter cada dia mais importância para ele. Começou a usar atalhos, pular regras, passar por cima de pessoas e processos para atingir o que estava de fato como sua prioridade, o que podemos chamar “Desejo de Ego”.

Mesmo sendo levado pelos comportamentos provenientes do Desejo de Ego, é possível encontrar rancor, comparações, julgamentos e competições, pois as pessoas pensam somente em si mesmas, sem se importar com os outros.

Na contramão disso tudo, existe também o “Desejo de Alma” ou, na melhor definição, o que posso chamar de Propósito de Vida. Para facilitar, imagine um médico com o poder de transformar a vida das pessoas. O reconhecimento financeiro virá naturalmente. Será que é justo ele retribuir esse dom que veio de Deus, trabalhando apenas pelo dinheiro? Você, com certeza, tem conhecimento de médicos fantásticos, que são referência, trabalham por um propósito (Missão – Desejo de Alma), e que são recompensados financeiramente. E médicos que prescrevem uma receita sem ao menos olhar para o paciente (Desejo de Ego), mudando de hospital em hospital, clínica em clínica, sempre motivado pelo maior salário.

E Deus emendou:

         – Marcos tinha uma origem humilde. Veio de uma cidade de interior, e quando pequeno, seu maior sonho era o de ser um dos 3000 trabalhadores da única fábrica de refrescos de sua cidade. Tudo isso não era nada perto do que havia se tornado. Sonhando trabalhar um dia naquela fábrica, seria possível construir sua família, ajudar sua cidade, contribuir com sua comunidade e ajudar outros garotos a terem uma chance, assim como ele teve o estudo técnico para tornar-se alguém na vida.

E continuou:

         – Certo dia, Marcos tomou a decisão que mudou a sua vida. Sendo apresentado pelo Setor de Pesquisa de Novos Produtos o protótipo de um produto revolucionário, visualizou o potencial de lucro e apresentou a proposta em uma reunião de diretoria. Conservadora, a diretoria não aprovou o projeto de imediato, pedindo para aguardar por mais 3 meses. Marcos ficou indignado. Ligou imediatamente para o concorrente direto, marcou uma reunião, vendeu o segredo por 5x o valor do produto, e se tornou um sucesso nacional no ramo de refrescos. Causou um abalo tão grande que as operações na fábrica de sua cidade natal foram encerradas, causando 2.500 demissões. Apenas uma linha de águas permaneceu naquela unidade. Marcos sentiu-se poderoso. Literalmente deu a volta ao mundo, em jatos, iates, e de todas as formas que poderia alimentar seu próprio ego, até que uma leve complicação no estômago, num período de 5 meses, levou metade de seus recursos. Teve um câncer sem esperança de cura.  Em seu leito de morte, doou o restante de seus bens para o sindicato dos trabalhadores demitidos por sua causa, que haviam montado uma cooperativa e conseguido realocar boa parte dos colaboradores.

Cleber, questionando a Deus, disse:

         – Tá vendo! Como esse homem seria o executivo mais bem sucedido do mundo? Ele morreu!

Deus, respondendo sabiamente, disse:

         – Realmente ele seria o executivo mais bem sucedido do mundo se tivesse optado durante sua vida por seguir seu propósito ao invés de seu ego. E quanto à felicidade plena, ele a encontrou sim, mas somente após ter se arrependido e pedido perdão a todos a quem prejudicou genuinamente, garantindo assim sua entrada aqui no céu. Mas entenda uma coisa, cada escolha é sempre sua e cada caminho pode levar a um destino diferente. Tudo é permitido, mas nem tudo lhe convém.

         Reveja suas escolhas!

         Acorde, e faça de cada dia um dia extraordinário!