, , , , , , , , ,

Duvide de seus planos, mas não duvide de sua Paixão!

Duvide de seus planos, mas não duvide de sua Paixão!

Você já parou para pensar no que uma pessoa apaixonada é capaz de fazer?

A paixão cria fogo, logo é algo incomum. Ela gera energia suficiente deixando as pessoas mais energizadas. As pessoas apaixonadas assumem maiores riscos, encaram desafios que não encarariam normalmente, têm uma força e, principalmente, uma resiliência das quais elas não imaginam sua fonte, a não ser sua mais profunda paixão.

Numa aula de MBA, em 2005, quando Paulo Alvarenga (P.A.) abordou o tema “missão, visão e valores”: O que você quer para sua vida? Como você quer ser reconhecido pelas pessoas? Como você quer impactar o mundo? A cada nova provocação eu olhava para minha carreira e vida pessoal até então e via que não estava feliz, fazia parte de um grupo que buscava ter um emprego ao invés de fazer o que amava.

Estava entediado, frustrado, perdido mesmo e naquele dia descobri, após muitas provocações, minha mais nova paixão: desenvolver pessoas. Inspirar e despertar o sonho nas pessoas como o P.A. fizera comigo. Após aquela aula de MBA, uma paixão me ajudaria a enfrentar não só uma longa transição de carreira, mas entrar de vez em uma jornada estreita chamada caminho da felicidade.

Em um dos muitos episódios posteriores, estava quase sem dinheiro em casa e tive de ir a feira livre comprar batata, tomates e outras coisas pequenas, lembro-me que tinha que esperar a famosa hora da “Xepa” ou do famoso tudo por R$ 1.00, pois tinha apenas R$ 4,00 no bolso.

Imediatamente vinha a minha cabeça questionamentos sobre o que eu estava fazendo correndo atrás de um sonho de desenvolver pessoas, sendo que a cada dia a situação financeira apertava mais e mais. Eu ficava triste tendo de comprar 2 batatas, 3 tomates e assim por diante…. me questionando com Deus se estava no caminho certo, olhava para minha esposa que estava bancando e levando a casa nas costas enquanto eu corria atrás de minha paixão!

Qual o valor disso? Será que a missão paga a conta mesmo?

Por que tem que ser assim?

Isso era certo?

Era justo com ela?

Estávamos com uma filha pequena!

Em 2009, estava no meu primeiro ano na Crescimentum, bem no olho do furacão da crise financeira período no qual todos estavam apertando os cintos, e liguei várias vezes para ela chorando e dizendo que iria voltar para Mogi e retomar minha profissão de Professor.

Ela respondia que eu deveria seguir minha paixão de desenvolver pessoas, ela apostava em mim, dizia que tudo daria certo e que eu era sua bolsa de valores e em algum momento as coisas iriam acontecer.

Ela estava totalmente certa.

Eu segui meu coração!

Um estudo realizado ao longo de 20 anos, com 1.500 pessoas revelou algo impressionante:

Inicialmente o grupo fora dividido em A e B, A ficou com 83% dos participantes que estavam iniciando suas carreiras com base no conceito de ganhar dinheiro no presente para fazerem o que realmente gostassem no futuro.

O Grupo B, formado pelos outros 17% que escolheram sua trajetória profissional com base no que realmente os faria felizes no momento presente e o dinheiro seria uma consequência natural.

Ao final de 20 anos, o estudo chegou ao resultado impressionante de 101 milionários com condições de vida invejável, sucesso, reconhecimento e principalmente felicidade. O maior detalhe da pesquisa ficou em apenas um ponto:

DOS 101 MILIONÁRIOS, 100 ERAM DO GRUPO B!

Após ler esse estudo a pergunta que faço a você é:

Você tem paixão pelo que faz?

Em uma escala de 0 a 10, como está a sua paixão hoje pelo seu trabalho?

Pela sua vida pessoal?

Com base em suas respostas anteriores, o que você precisa fazer para chegar ao 10?

Se tiver Paixão com certeza terá mais chances de ir mais longe e atingir o auge da Felicidade!

, , , , , , ,

Todos Temos o Talento de Acreditar que não Temos Talentos

TODOS TEMOS O TALENTO DE ACREDITAR QUE NÃO TEMOS TALENTOS.

Ficamos admirados com pessoas como Lionel Messi, Silvio Santos, Nelson Mandela, Bernardinho, Ray Charles, Michael Jordan e muitos outros, costumamos dizer que todos eles possuem algo em comum: TALENTO!

Mas será que realmente ter TALENTO garante a você o sucesso desejado?

“Tenha sucesso e sempre haverá tolos para dizer que você tem talento.” (Édouard Pailleron )

Essa confusão é comum e faz com que muitas pessoas associem sucesso a TALENTO, só que uma coisa não está necessariamente ligada à outra, uma vez que eu e você com certeza conhecemos muitas pessoas que o possui e jamais chegaram ao sucesso.

“O amigo de um amigo meu” é um cara de muito TALENTO, ele sabe trabalhar como pintor, pedreiro, gesseiro, eletricista, encanador, praticamente um faz tudo. Cobra um preço justo com qualidade garantida. Contudo, ele possui um problema que ofusca esse talento: ele não cumpre prazos; promete algo pronto em três dias e no terceiro dia não o cumpre. Isso porquê ele acumula trabalhos das semanas anteriores que ainda não concluiu e frequentemente assume outras tarefas e não dá conta de nenhuma.  Ou seja, ele não entrega o que prometeu na semana passada, nem o que prometeu para amanhã, acumula tarefas e não entrega totalmente nem um e muito menos os outros.

Outro exemplo, é Adriano “O Imperador”, jogador de futebol internacionalmente reconhecido por seus gols e seus questionáveis comportamentos extracampo. Hoje sem clube, mas com TALENTO.

Qual seria então seu maior problema em voltar a brilhar?

Gosto muito da definição que TALENTO, te dá uma vantagem inicial e que você precisa continuar a trabalhar nele para que essa vantagem não se perca ao longo de sua jornada. O caminho mais difícil do sucesso é o de continuar a mantê-lo.

Algumas pessoas se apoiam totalmente em seus talentos e acreditam que somente eles as conduzirão aos patamares de sucessos desejados.

O que separa a pessoa talentosa da bem sucedida é o trabalho duro escondido por trás desse TALENTO. É quando se entende como pode desenvolvê-los e faz a importante  escolha de trabalhá-los para atingir alta performance.

O preço desta conquista pode não ser baixo, mas o fruto pode potencializar uma atitude que pode fazer a diferença entre 10 ou entre 10.000 profissionais, cabendo a escolha para você.

Abrindo o Baú de Talentos:

a)      Se for verdade que todos nós temos talentos, quais são os seus maiores talentos?

Se tiver dificuldades, pergunte para 5 pessoas próximas quais são seus maiores talentos.

b)      É comum pessoas focarem a maior parte de seu tempo para desenvolverem seus pontos fracos!

Quando refere-se a questões de atitude e caráter a discussão caminha para um lado e quando há o ponto fraco refere-se a Habilidades, a reflexão que quero que você faça é a seguinte:

Em uma escala de 0 a 10, é comum uma pessoa trabalhar duro e subir 2 ou até 3 pontos de acordo com o John C. Maxwell em seu Livro ” Talento não é Tudo”.

Vou exemplificar: Em uma habilidade como Organização, tendo uma nota 4 em sua avaliação de performance, com muito esforço, plano de ação e Coaching essa pessoa poderá aumentar sua avaliação para uma nota entre 6 ou 7, de acordo com John C. Maxwell.

A pergunta e Reflexão é: Porque não investir mais tempo nos pontos fortes como Criatividade ou Comunicação que ela possui nota 8 e pode chegar a 9 ou até 10?

A maioria das pessoas busca desenvolver os TALENTOS que não possui para tentar ser alguém que não é! ( Anônimo )

Qual é a nota dos seus talentos hoje?

Qual seria a nota ideal dos seus talentos?

O que você fará para maximizar seus talentos começando hoje?

 

c)       O Seu Talento Maximizado começa pelo começo:

A primeira coisa que você deve fazer para desenvolver seus TALENTOS, é acreditar que você tem TALENTOS!

Como você quer que o mundo perceba seus TALENTOS?

Se você descobrir essa resposta, me conte!

, , , ,

O Norte da sua Felicidade está nos seus valores

O NORTE DA SUA FELICIDADE ESTÁ NOS SEUS VALORES

O músico ensaia todos os dias em busca do arranjo perfeito para sua música. O engenheiro busca como implementar a melhor engenharia em seus processos. O médico, para curar as pessoas, busca a melhor medicina através de seus incontáveis congressos e plantões.

Todos os dias, pessoas, como as que citei acima, buscam algo em comum, mas com significados bem diferentes entre si: O SUCESSO!

Algumas pessoas terceirizam seu Sucesso para bens materiais, como ter uma casa, um carro importado, como ter um cargo alto na empresa, ou ainda fazer uma viagem ao exterior. E quando atingem sua conquista, percebem que falta algo.

Quando uma pessoa se imagina atingindo o SUCESSO, independente da forma, cargo ou carreira, ela associa imediatamente ao sentimento de Felicidade. E você, gostaria de ter Sucesso sentindo-se Feliz?

Para ajudá-lo a potencializar seus esforços, atitudes e comportamentos nessa busca, pretendo levá-lo com este artigo à reflexão sobre a importância de viver plenamente seus valores.

“Procure ser um homem de valor, em vez de ser um homem de sucesso”.

Albert Einstein

Antes de continuarmos, responda:

O que você faz para ser um homem ou mulher de valor para as pessoas?

Quem você é como ser humano no seu íntimo mais profundo?

Do que você não abre mão de jeito nenhum?

O que você mais ama em sua vida?

Porque acredita que isso é fundamental para você?

O que ganha tendo isso em sua vida?

Como isso está relacionado com sua carreira hoje?

Através dessas perguntas, é possível iniciar uma pequena provocação sobre o longo caminho de uma das buscas mais profundas em nossas vidas. Qual é sua essência, seu norte, qual é o verdadeiro tipo de ser humano que está no seu íntimo mais profundo e como ele está atuando em seu dia a dia?

De acordo com Bill George em seu livro “Autencidade”, saber sobre seus valores e conhecer sua essência é possuir uma bússola apontada para o propósito de sua vida.

As pessoas se aproximam de pessoas autênticas e verdadeiras, que as motive e principalmente as inspire. Ao permitir que o ambiente sob pressão e recompensas materiais norteiem suas ações em forma de comportamentos, você estará entrando em uma terra desconhecida, sem mapa. Você até poderá ter conquistas momentâneas, mas certamente perderá seu caminho de volta.

Não permita que o ambiente defina seus valores e caráter, permita que seu caráter e seus valores definam suas escolhas e transformem os ambientes.

Não viver a sua essência é como um atleta olímpico que tem condições de ganhar uma medalha, mas é impedido de competir pelo seu país.

Corrija seu rumo, se for preciso. Faça uma autoanálise, se está ou não sendo autêntico consigo mesmo todos os dias. Você certamente enfrentará muitas adversidades e dias ruins ao longo de sua jornada e, quanto mais fiel a seus valores você for, encontrará dentro de si sabedoria não só como fazer, mas também o que fazer para enfrentar cada uma.

Olhe-se no espelho todos os dias, e observe se a pessoa refletida ali é real ou uma cópia pirata.

         Em sua equipe ou em seu convívio pessoal, você prefere uma pessoa que compartilhe dos mesmos valores que você, que tenha visão de futuro e saiba onde quer chegar, ou um desconhecido que você só saiba o nome e função?

Pense em algum momento de sua vida que você se sentiu completamente realizado e intensamente vivo. Decida viver isso novamente!

Certa vez, 5 amigos estavam a beira de uma piscina apostando quem seria o mais rápido e quem seria o mais lento na travessia. Enquanto discutiam, um dos garotos decidiu ser o primeiro. Pense na pergunta: quantos ficaram a beira da Piscina?

A resposta é simples, os 5 ficaram, pois ele apenas decidiu! Não pulou!

 

E você? Está apenas decidindo?

Pense naquele momento especial que você teve a certeza: esse é meu verdadeiro Eu. Descreva como foi. O que ganhou com isso?

Viver seus valores poderá trazer esse sentimento à sua realidade!

Mais do que isso, ajude pessoas a encontrar e viver seus verdadeiros valores!

Agregue Valores

Vigie os seus pensamentos, pois eles se tornarão suas palavras;
Vigie as suas palavras, pois elas se tornarão seus atos;
Vigie os seus atos, pois eles se tornarão seus hábitos;
Vigie os seus hábitos, pois eles se tornarão seu caráter;
Vigie o seu caráter, pois ele se tornará o seu destino.

(Poeta anônimo português)

, , , , , , ,

O Sucesso através do Perdão

Muitas pessoas desejam crescimento pessoal e profissional, e são levadas a buscar cursos e experiências que promovam um dos mais importantes fatores neste caminho: o autoconhecimento.

É mais do que comprovado que, quando uma pessoa se autoconhece, possuindo completa ciência de quais são seus pontos fortes e pontos fracos, é capaz de se desenvolver de forma mais focada e assertiva.

Em virtude disso, este artigo tem como objetivo trazer outro importante e até então ignorado fator na dolorosa jornada do autoconhecimento: O PERDÃO.

Uma das melhores definições para a palavra Perdão está evidenciada abaixo:

“O perdão é o esquecimento completo e absoluto das ofensas, vem do coração, é sincero, generoso e não fere o amor próprio do ofensor. Não impõe condições humilhantes, tampouco é motivado por orgulho ou ostentação. O verdadeiro perdão se reconhece pelos atos e não pelas palavras”

Responda rapidamente:

O que você entende por perdão?

O que você acredita sobre perdão?

O quanto você pratica o perdão na sua vida pessoal e profissional?

Agora, leia com atenção os 3 tipos de perdão abaixo e reflita sobre o que isso tem a ver com você.

VOCÊ x VOCÊ

A história que lhe trouxe até aqui é composta de experiências positivas e negativas.

Para honrar e respeitar sua própria história, segundo José Roberto Marques (Ceo do Intituto Brasileiro de Coaching), é preciso perdoar-se completamente, perdoar-se de todas as vezes que fez mal a si mesmo, e entender que foram seus erros e falhas lhe fizeram crescer.

De agora em diante, liberte-se de tudo aquilo que lhe incomoda, retarda ou freia seu crescimento e desenvolvimento. Valorize seus aprendizados.

VOCÊ X AS PESSOAS

Pense em todas as pessoas que, ao longo da sua vida pessoal e profissional, tentaram lhe prejudicar, derrubar ou destruir.

Desejo de vingança, ressentimento e ódio são sentimentos negativos e consomem mais energia e tempo seu do que das pessoas que originaram esses sentimentos.

Sentir-se dessa forma é como tomar um veneno e desejar que o outro morra.

Como esses sentimentos estão conectados com o tipo de ser humano que você gostaria de ser para as pessoas?

Qual o impacto que você gostaria de causar nas pessoas que passarem por sua vida?

Será que vale mesmo a pena nutrir e cultivar essas sensações durante muito tempo?

A conta chega para todos, assim como chega ou já chegou para você. Tudo o que as pessoas fazem é visto por alguém.

Liberte-se das amarras que lhe puxam para trás.

HORA DO CONSERTO:

Pense em todas as vezes que você pode ter tentado, de maneira consciente ou inconsciente, prejudicar os outros.

Uma palavra ríspida, um comportamento de desprezo, de menosprezo, de injúria, alguém que você não ajudou a se desenvolver, ou ainda permitiu que fosse para o fogo. Lembre-se de toda dor que possa ter gerado.

Conecte-se com essas pessoas e definitivamente entenda que você deixa uma marca em cada um que interage durante sua vida.

Que tipo de marca você gostaria de deixar?

Você não possui o poder de voltar e ajustar sua história, mas com certeza possui o lápis da sabedoria para desenhar o que fará com seu futuro.

Como reflexão final, leia o poema abaixo do escritor Edward Everett

Sou apenas um;

Mas ainda sou um.

Não posso fazer tudo

Mas ainda posso fazer algo;

E como não posso fazer tudo

Não me recusarei a fazer tudo aquilo que posso fazer.

 

Perdoe-se!                               Perdoe os outros!                                      Peça perdão!

 

Agindo agora, você com certeza irá impactar o amanhã.

, , , ,

A Coragem em Realizar Seus Sonhos!

O Amigo de um amigo MEU estava ministrando aulas de Educação Física em 1995, como professor em uma escola municipal, para crianças de 7 a 16 anos em uma cidade do interior de SP.

Certo dia, ele estava em uma de suas últimas aulas do dia quando perguntou para um jovem de 14 anos o que ele sonhava. Aquele jovem então questionou o professor sobre o que era sonhar? Porque aquela pergunta?

O professor insistiu se tinha algo que ele gostaria de comprar. Algum lugar que gostaria de conhecer? Algo que desejaria fazer? O que queria ganhar de presente? E como o garoto não sabia o que era sonhar?

O Garoto pensou e respondeu: -Sôr… meu sonho é conhecer um restaurante! Desses que nós vemos nas novelas, que as pessoas podem comer a vontade!

O professor, meio surpreso, disse ao garoto que gostaria de conhecer seus pais e pedir autorização para levá-lo ao restaurante e realizar seu sonho. Começava ali uma das maiores lições da vida daquele professor!

Ele foi com o garoto até sua casa, encontrando uma difícil realidade. A família do garoto passava necessidades e tinha, como única refeição do dia, a merenda de sua escola.

Após uma conversa com a mãe do garoto, descobriu que o pai abandonou aquela família. A realidade ficava cada vez mais e mais triste. Descobriu ainda que armazenavam água da chuva em potes de manteiga vazios na geladeira que, ao se transformar em pedras de gelo, serviam de jantar.

Dois dias após, o professor e seus dois estagiários passaram na casa do garoto e o levaram para um restaurante. O garoto ficou maravilhado. Disse que foi um dos dias mais felizes de sua vida. Comeu tanto que nem dormiu direito de tanta felicidade.

Aquela ação gerou um sentimento de realização também no professor. Tão fácil, e ainda trazia tamanha sensação!

Nas duas semanas seguintes, aquele professor realizou outros sonhos, todos com crianças. Um destaque para uma garotinha que tinha como sonho deliciar-se pela primeira vez com uma lasanha. Outro para um garoto que jamais teve um par de tênis novos só para si.

O professor logo concluiu que era preciso entender quais eram seus sonhos e por onde começá-los, usando um dos maiores atalhos para a realização de sonhos: A CORAGEM.

A palavra CORAGEM vem do latim Coraticum, derivado de Cor ou Coração, possui em sua estrutura elementos como suas emoções, sua mente, suas ações e principalmente sua essência.

Muito se fala que é preciso ter sonhos para depois encontrar a coragem de correr atrás deles e encontrar uma força ainda maior, a chamada atitude para pagar o preço desse sonho ou desses sonhos.

Cesar Souza diz assim como o título de seu livro “Você é do tamanho de seus sonhos”;

Se você sonhar alto, a possibilidade de um resultado alto é bem maior do que quando você sonhar baixo, pois os esforços serão proporcionais ao tamanho do seu sonho.

Algumas pessoas passam a vida toda sonhando e, quando entendem o preço a ser pago, as ações práticas e mudanças de comportamentos necessárias para realizar esses sonhos, ou mudam seus sonhos ou ainda desistem deles.

Outros entendem que o tamanho de seus sonhos é definitivamente maior do que as ações para realizá-lo.

E você?

Para ajudar esse professor a encontrar suas respostas, um Coach montou o seguinte roteiro:

 

01) Qual o tamanho de sua CORAGEM neste momento?

02) O quanto é importante ter sonhos?

03) O que você ganha com isso?

04) O que você perde com isso?

05) Quais são seus sonhos na vida pessoal?

06) Quais são seus sonhos na vida profissional?

07) Como seria se já os tivesse realizado? O que você teria que não tem hoje? Como estariam suas Emoções, Sentimentos, Ações e sua Essência?

08) Após responder as questões acima, quais sonhos você irá correr atrás a partir de hoje?

09) Quais ações e comportamentos você deve começar a fazer a partir de agora?

10) O que você deve parar de fazer? Começar a fazer? Fazer mais? E continuar fazendo?

11) O que pode lhe atrapalhar? O que irá fazer para isso não lhe atrapalhe?

12 ) Como você poderá medir seu progresso durante a jornada, e que enfim realizou seus sonhos? Utilize métricas e indicadores para corrigir ou confirmar a rota.

Roberto Bolanhos , conhecido mundialmente pelo seu personagem”Chaves”,  alcançou sucesso somente após os 42 anos de idade. Ele afirma que uma pessoa com 80 anos de vida, que ainda sonha, é e será eternamente mais jovem do que uma de 15, que não possui a CORAGEM de sonhar.

Como está agora sua CORAGEM de sonhar AGORA?

, , ,

Seja Você a Mudança que Quer Para sua Equipe

Como criar, cultivar e aprimorar os resultados de uma equipe de alta performance, transformando de maneira prática um grupo de pessoas com variados perfis e preferências em um time alinhado ao mesmo propósito?

A pergunta mais efetiva não é como transformar o outro, e sim como posso fazer a diferença influenciando a todos positivamente.

Siga os 09 passos para você melhorar os seus resultados.

Antes de começar, lembre-se de que dicas são dadas para quem quer acertar ou corrigir uma coisinha aqui ou ali, enquanto passos são norteadores para você sair de onde está e chegar aonde quer chegar.

01º Um novo integrante? Ou UM INTEGRANTE NOVO!

Algumas pessoas integram equipes e não param para pensar por um instante em seu papel ali. Vou ser apenas mais uma pessoa na posição? Ou irei fazer a diferença, tendo 100% de compromisso em todas minhas ações para tornar-me uma referência?

02º Criando Confiança

De nada adianta querer apenas fazer a diferença se você não procurar ter proximidade com sua equipe. Saiba o que cada um espera e deseja de você e o que você espera de cada um deles.

Isso irá aproximar cada pessoa mais e mais de você, garantindo que nenhuma falsa expectativa seja criada gerando frustrações e desmotivação.

03º Frontalidade

Tenha a frontalidade com sua equipe. Experimente discutir problemas, soluções, ideias e feedback de forma assertiva e com mão dupla. Esse nível de comunicação permitirá um aumento na precisão da informação, baixo índice de ruídos e que a rádio peão não tenha mais assuntos ou sua audiência aumentada.

04º Estrelas e Anônimos

Algumas equipes possuem pessoas com experiências, níveis culturais e valores bem variados. Com isso, criam-se estrelas querendo brilhar mais perante os parceiros de equipe.

Acabe com isso e mostre que a diversidade é uma arma poderosa, e a complementaridade pode ser a chave para todos brilharem juntos.

Procure aprender com pessoas que possuem como pontos fortes competências e comportamentos que você possui como pontos fracos, e se possível faça o inverso, complementando o que você tem como ponto forte o que as pessoas possuem como pontos fracos.

A estrela maior deve ser a equipe e não quem a compõe! Todos são iguais!

05º Em constante desafio

Para sua equipe crescer, desafie-a diariamente. Todos buscamos ser referência, e para isso acontecer, saia da zona de conforto, inove, arrisque e principalmente tire da mente que “Time que ganha não se mexe”.

Quando entrar um novo integrante em sua equipe, não o encare como oponente e sim como parceiro que pode somar.

Um bom exemplo que pude ver recentemente vem do Grupo O Boticário. Um de seus princípios é o de “Buscar o melhor para Todos”.

Equipes perdem muito tempo fazendo sempre as mesmas coisas e querendo resultados diferentes. Faça coisas diferentes e terá soluções inovadoras.

06º Compartilhe o destino Certamente, todos já passaram ou viram um saguão de aeroporto composto de muitas pessoas com passagens para diversos lugares. Sua equipe não é diferente, garanta que todos tenham suas passagens para o mesmo destino! Isso é de extrema seriedade e de profunda reflexão conjunta: “Onde queremos chegar como equipe? Qual a meta? Estágio? Maturidade? Quanto isso é importante para nós?”.

Trazendo isso para você, qual o destino de sua passagem?, Onde você quer chegar? Como? E quanto isso é importante para você?

07º Envolvimento

Um jogador teve uma grave lesão no joelho, e esse momento drástico e doloroso em sua vida certamente foi ímpar, quando as incertezas e medos estavam presentes. Seu técnico, nada mais, nada menos que José Mourinho (na época do Chelsea), vestiu o jaleco branco e fez questão de estar presente na cirurgia para representar força, comprometimento e envolvimento, e a mensagem foi bem clara: “Estamos aqui! Cura-te e volta, estaremos te esperando”.
Assim como o ditado da amizade, é nas horas mais difíceis ou adversas que percebemos quem faz a diferença e está envolvido conosco ou não.

Não espere o momento adverso, envolva-se já!

08º Treinamento

Treine como campeão, pense como campeão e tenha comportamentos de campeão. Procure treinamentos com métodos experienciais que possam refletir no treinamento a analogia perfeita com o dia a dia.

É preciso investir horas de treinamento para ganhar anos de resultados. Um líder que usa o tempo como desculpa para não treinar sua equipe possui duas verdades, a primeira é que seu tempo como líder está se acabando, e a segunda revela que realmente sua equipe precisa muito de treinamento.

09º Em Construção

Após escrever os 8 passos anteriores, fiquei em dúvida do que colocar como 9º passo e por isso convido você a compartilhar a reflexão de que não existe um 9º passo sem o 8º, 7º, 6º e assim por diante.

Algumas pessoas não devem buscar o 9º e sim dar efetivamente o primeiro!

O primeiro passo do integrante de uma equipe não depende de ninguém a não ser do maior interessado no seu sucesso: VOCÊ!

Tem uma frase que define isso muito bem: “As pessoas enxergam quem você é através de seus comportamentos”.

O que elas podem ver e dizer sobre você dentro das diversas equipes que está inserido?

Família, trabalho, comunidade e outras muitas equipes…
“Não tenho medo nenhum do futuro. Tenho uma grande confiança em mim e nos meus conhecimentos. Sei que posso fazer a diferença e que posso vencer.” (José Mourinho, 2000).
SEJA VOCÊ A MUDANÇA QUE QUER PARA SUA EQUIPE.